Domitilla + 20/01/2012

A Domi amanheceu mortinha, era velhinha e nos deixou, ficarei com saudades... aliás todos os meus bichinhos estão morrendo de velhinhos e eu não estou adotando outros porque cheguei a conclusão que a vida deles é muito curta e fico triste com isso. Depois da notícia da Tininha fiquei meio triste e desanimada em adotar quaisquer bichinho que seja, pelo menos por enquanto eu não irei mais adotar ninguém... Descanse em paz minha linda menina......

A velhice de um cão

Assistam a este vídeo, nele é dito tudo que devemos pensar no que diz respeito aos nossos velhinhos:

http://www.youtube.com/watch?v=RAO5FkzrHe0

Minha Tininha linda, tem 13 anos e 9 meses

No domingo, dia 9 de janeiro, Tininha começou a passar mal com diarréia de puro sangue, fui ao veterinário e o Telmo, médico de plantão mandou dar Bactrim e Floratil, mas ela não melhorou, a coitadinha passou a noite toda mal, nem fui trabalhar na manhã seguinte, levei-a novamente ao veterinário, agora, o médico dela mesmo, o Geraldo Coelho, ele a colocou no soro e eu fiquei entre casa e clínica,levando comida e levando-a para fazer xixi na grama. Ela voltou para casa, mas voltou a passar mal novamente, então na manhã seguinte foi internada, ele pediu exame de sangue e o mesmo acusou que o fígado não estava bom, então ele pediu uma ecografia e descobrimos que ela tem inúmeros tumores no fígado e no baço e não temos nada a fazer, pois o órgão está tomado,e ela é velhinha para operar, ela ficou internada até quarta a tarde, e dessa vez, ela superou, mas durante 7 dias o Geraldo ainda administrou um antibiótico, que segundo ele, ele só administra para os pacientes nas últimas, mas não era o caso dela, ela está recuperada e feliz. O que me mata é que nós não sabemos nada, temos que monitorar e ficar alertas,não quero minha velhinha sofrendo, em momento algum porque o egoísmo humano as vezes adia esta decisão e quem sofre é o animalzinho. Bem, como Geraldo fala, vamos vivendo dia a dia, sempre o presente e curtindo-a ao máximo... o resto, eu deixo na mão de Deus!! Ele é quem sabe. E o que fizer será bem feito.

Tininha quase dormindo

Tomando um solzinho

E com seu bifinho de plástico

Sempre ao seu lado

O verdadeiro Hachiko e a estátua erguida em homenagem a ele no Japão


Hachiko, um filhote de cachorro da raça akita, é encontrado perdido em uma estação de trem por Parker (Richard Gere), ambos se identificam rapidamente. O filhote acaba conquistando todos na casa de Parker, mas é com ele que acaba criando um profundo laço de lealdade. Baseado em uma história real, “Sempre ao Seu Lado”, é um emocionante filme sobre lealdade. Após a morte do dono ele fica esperando-o anos a fio até morrer....

E no filme: